Para alcançar o sucesso é preciso criar algo diferenciado


Para alcançar o sucesso é preciso criar algo diferenciado

“A lição para os empreendedores é clara: se vocês querem criar e conquistar valor duradouro, não desenvolvam um negócio de produto indiferenciado”, foi uma citação de Peter Thiel que saiu do capítulo três, denominado Todas as empresas felizes são diferentes, em seu livro De Zero a Um: O que aprender sobre empreendedorismo com o Vale do Silício.

Tive a sorte de ganhar este livro do CEO da Gramado Summit, Marcus Rossi, a prova de que, trabalhando com um empreendedor, você pode se tornar um também. Após ler a obra nas férias, pude destacar e separar vários ensinamentos legais para apresentar para vocês.

Ao longo do capítulo três, Thiel destaca as diferenças entre concorrência e monopólio e como o fazer algo novo tem chances gigantescas de dar certo. Ainda no prefácio, já bate nesta tecla.

“O próximo Bill Gates não desenvolverá um sistema operacional. O próximo Larry Page ou Sergey Brin não criará um mecanismo de busca. E o próximo Mark Zuckerberg não fundará uma rede social”.

Se você entra no mundo dos negócios com um projeto já existente, vai enfrentar a concorrência de quem já está nesse nicho há mais tempo e possivelmente com a estrutura de um projeto consolidado. Mas se você apresenta uma startup com algo novo, você poderá ser um monopólio. Logo, ao ser um monopólio você vai ditar as regras do jogo no qual está inserido. Segundo Peter Thiel, o Google é um exemplo perfeito de monopólio, porque "não tem concorrente em mecanismos de busca desde o início da década de 2000, quando definitivamente se distanciou de Microsoft e do Yahoo!” (2014, p.31).  

Mas, atenção! É preciso deixar bem claro que não basta apenas inventar algo novo para ter sucesso garantido. Podemos usar como exemplo negativo o senhor Victor T. Hoeflich, que em 1949, lançou o Chapéu com rádio.Segundo a revista Galileu, "na apresentação, adolescentes foram utilizados como modelos para ilustrar a praticidade e estilo de vestir um chapéu com rádio acoplado. A ideia perdeu força já nos anos 1950, principalmente por limitações técnicas — o chapéu só captava frequências AM e era comum perder o sinal caso o usuário virasse a cabeça".

Mas se você criar algo novo (e com potencial), terá grandes chances de revolucionar o mercado e impactar a vida das pessoas. E aí vai mais uma lição de Thiel aos empreendedores: “Questionar ideias já conhecidas e repensar os negócios do zero, é isto que uma startup precisa fazer”.

Tente fazer dessa forma.

E já que estamos falando sobre uma obra de empreendedorismo, fica aqui a sugestão de 06 livros que todo empreendedor deveria ler.

 




Por
05/01/2018

Jornalista graduado e apaixonado por comunicação! Conservador das boas práticas, aposto sempre em uma boa pesquisa, argumentos concretos e textos revisados (muitas vezes). Como jornalista atuei em rádio, TV, mídias digitais e impresso. Agora no time de comunicação da Rossi & Zorzanello Feiras e Empreendimentos estou em contato direto com grandes eventos, entre eles o FESTURIS e a Gramado Summit.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!