Prepare-se para conhecer um babaca


Prepare-se para conhecer um babaca

Um dos meus textos com maior engajamento aqui no blog foi sobre como é solitária a vida de um CEO. Mais do que estar sempre pronto para tomada de decisões difíceis e motivado o suficiente para que seu time enxergue grandeza no seu trabalho, você terá que estar preparado para conhecer pessoas que, de alguma forma, terão prazer em te puxar para baixo.

Você pode se deparar com duas situações distintas:

  1. Mentores que querem ajudar a crescer seu negócio e, por isso, criam cenários difíceis para que seu produto ou serviço esteja pronto;
  2. Pessoas que simplesmente querem tirar proveito de você.

É sobre os babacas que se encaixam no segundo item que tratarei nesta coluna.

Segundo Colin Powell, ex-Secretário de Estado dos Estados Unidos:

Irritar as pessoas é inevitável, assim como necessário. Isso não significa que este seja o objetivo principal, e tampouco significa que você está fazendo as coisas certas. Mas, fazer as coisas certas irá quase que inevitavelmente irritar as pessoas.

Não importa o que você faça, em algum momento você irá encontrar uma pessoa que te colocará para baixo simplesmente pelo fato de não entender o que você está fazendo ou o porquê de estar fazendo. Quando acontecer, não desista, pois está no caminho certo.

Todos nós estamos nutridos de uma resistência a qualquer tipo de mudança, mas, em algum momento, acabamos por entender que elas são necessárias para a evolução. Assim são as startups. Nascem com o desafio de quebrar paradigmas e apresentar soluções capazes de impactar de forma positiva a vida de milhares de pessoas.

O problema é que nem todo mundo é capaz de acompanhar tamanha inovação.

Os que ficaram para trás são os típicos babacas que duvidaram de uma ideia e adoram utilizar a palavra IMPOSSÍVEL, sem perceber que este é o substantivo que mais guarda oportunidades dentro de si. Ao perceberem que todas suas previsões estavam erradas, tentam de alguma maneira prejudicar o percurso natural e colocar-se acima do que já não está ao alcance das suas mãos.

É preciso entender que tudo não terás. Reconhecer o sucesso de outro indivíduo pode auxiliar no seu próprio crescimento. Não seja amanhã, o babaca que você conheceu hoje.

E, principalmente, não permita que o ruído das vozes dos outros seja maior que sua voz interior.




Por
04/12/2017

CEO & Co-Fundador da Gramado Summit, o maior encontro de empreendedores digitais do Sul do país.
Em 2015, recebeu o reconhecimento como um dos 25 Inovadores & Empreendedores do ano, em apontamento da Panrotas, empresa paulista líder na produção de informações para o profissional de turismo.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!